segunda-feira, 24 de outubro de 2011

O cristão missionário

“Quão formosos são os pés daqueles que anunciam as boas novas!” (Is 52,7)

A pessoa humana, criatura de Deus criada à sua imagem e semelhança é, além de humana, também divina, tem dupla cidadania: a da terra e do céu. Através do batismo o cristão se tornou discípulo de Cristo e sua missão na terra é inerente a ele: vive-se no reino temporal aspirando o reino celestial.
Como ser humano integrado na cultura e na cultura da fé, ele é comprometido com a sociedade relacional de lutar pelo bem comum, onde a lei maior é o mandamento do Amor: Amar a Deus de todo o coração, de todas as forças e todo o entendimento, e o amor ao próximo. Como diz São Francisco de Sales: “o amor dois braços tem, um abraça Deus e o outro abraça o irmão.” É a concretização do Evangelho que os grandes Santos viveram: amando a Deus e servindo, ajudando às pessoas. Na história da humanidade, Deus sempre conta com os mensageiros  e anunciadores da Boa Nova, desde o A.T., a exemplo do profeta Isaias.“Quem enviarei eu?”, indaga o Senhor. E o profeta Isaías responde: “Eis-me aqui; envia-me!” (Is 6,8)  
No N.T. Cristo, o grande profeta proclamou o reino do Pai, quer pelo testemunho de vida, quer pela força da Palavra e da graça. Ao fiel cristão, pelo Sacramento do Batismo, é santificado e confiado o Munus Sacerdotal de Cristo, de ser sacerdote, profeta e a missão regia. Eis a missão de: celebrar, oferecer, unir-se a Deus em oração, escutar seus apelos, anunciar as verdades do Evangelho; e reinar, vencer o mal com as forças do bem. Como canta o Pe. Zezinho: “somos cidadãos do Reino, do Reino de Jesus de Nazaré.”
A Igreja é missionária, continuadora da missão de Cristo de anunciar e evangelizar os povos, e ao longo dos anos elaborou as Encíclicas da Doutrina Social, baseada no Evangelho; para orientar bem os seus fieis a viver sua cidadania cristã no meio do mundo, usar os meios temporais para conquistar os tesouros celestiais. O Salmista canta: “Que poderei retribuir por todo bem que me Fez?” Você é batizado? Quer viver bem a sua missão de batizado! A espiritualidade de São Francisco de Sales é uma boa orientação.
Eis umas reflexões do mês Missionário, que são tantas. Agora você, aproveite o espaço abaixo contribuindo para enriquecer a abordagem com seu comentário ou outras observações.

Iria - sfs.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011